FANDOM


O Alvorecer
Origins-2
Informações Gerais
Série Batman: Origens
Temporada
Arco O Começo
Número do Episódio 2
Sequência
Episódio Anterior Ano Um
Episódio Seguinte O Entardecer
Créditos
Escrito por JokerLeo
O Alvorecer é o segundo episódio da série Batman: Origens.

SinopseEditar

Bruce Wayne visita a sua empresa, a Wayne Enterprises, para conseguir os recursos necessários para realizar o seu plano. Paralelamente, o Tenente Jim Gordon e o Detetive Harvey Bullock seguem com suas investigações. 

EnredoEditar

Na Mansão Wayne, Bruce Wayne se acorda e vai até a cozinha, onde encontra Alfred preparando seu café da manhã. O mordomo pergunta se seu patrão dormiu bem, e Bruce confirma. Ele tira uma cadeira e senta-se. Alfred está saindo do lugar quando Bruce o chama, e Alfred pergunta o que ele deseja. O patrão então pergunta quanto de dinheiro ainda há. Alfred responde que há muito dinheiro, afinal por anos esse dinheiro tem sido guardado sem pretensões. Bruce diz que acaba de arrumar uma pretensão, avisando ao seu mordomo que comprará de volta algumas ações da Wayne Enterprises e pede que Alfred prepare algum dos carros, vai dar uma volta.

No Departamento de Polícia, Gordon deseja a Bullock um bom dia, e o detetive nada responde. Gordon pergunta o que farão naquele dia e Bullock responde que não sabe, ele não é o Tenente. Gordon suspira e pede novamente para ver as informações sobre o desaparecimento do antigo Tenente Frank. Bullock diz que Gordon parece ser um bom sujeito, e pede que não conte nada para ninguém. Ele tira de uma gaveta um pendrive. Gordon pergunta o que é aquilo e põe em seu computador. Bullock entrega fones de ouvido a Gordon e pede que use sempre fones para ouvir esse tipo de coisa. Gordon olha para seu parceiro com olhar de estranheza, mas põe os fones. Trata-se de uma gravação de áudio da sala do Comissário Loeb.

“Escute, senhor F., o dinheiro não é suficiente, eu quero mais do que isso...Sim, eu sei, eu sei que estou sendo muito bem pago. Mas você sabe o saco que é trabalhar nessa porcaria, não é seguro, eu posso perder meu emprego...Sim! Eu sei que tem gente aqui que não vai deixar ninguém saber, e eu estou fazendo o possível para que ninguém saiba. Mas tem gente aqui que não podemos confiar, tipo o Tenente Frank, temos que nos livrar dele... Tá, faça o mais rápido possível” – Dizia Loeb nas gravações.

Gordon inexpressivamente tira seus óculos e o fone de ouvido, e tira também do seu bolso um isqueiro, que usa para acender o cigarro que tira do bolso logo em seguida. Bullock pergunta o que ele acha daquilo tudo. Gordon pergunta quem é senhor F, e Bullock responde que não faz ideia, mas no dia seguinte a essa gravação que fez secretamente do Comissário Loeb, o Tenente Frank não apareceu para trabalhar. Isso prova que Loeb está envolvido, mas não há com quem contar, na polícia, é perigoso demais que essa informação acabe vazando. Gordon diz que isso explica o porquê de Loeb ter reclamado tanto de o governo trazer um novo Tenente para trabalhar no caso.

Na recepção da sede das empresas Wayne, a recepcionista avisa a Bruce que é preciso se identificar para poder entrar. Bruce abre um pequeno sorriso e entrega sua identidade a mulher, que ao descobrir que aquele é Bruce Wayne, dá um sorriso e manda uma das funcionárias acompanha-lo para mostrar a empresa.

Após passar por vários andares, Bruce chega a sala de reuniões. A moça que o acompanha sugere que ele volte mais tarde, pois está havendo uma reunião naquele exato momento. Bruce sorri e manda que ela o espere, não vai demorar. A moça tenta o impedir de entrar, mas ele entre assim mesmo.

Dentro da sala, em meio a uma discussão, um homem pergunta quem vem entrando, todos param a conversa e olham para ele. Um dos homens levanta-se e fala que está tendo uma reunião e pede que Bruce se retire. Bruce abre um pequeno sorriso no canto da sua boca e se apresenta como Bruce Wayne. Surpresos, todos o cumprimentam, e perguntam o que veio fazer ali. Bruce pergunta o que uma cadeira faz ali vazia, e um dos empresários dizem que era de um cara que largou a empresa, estavam discutindo exatamente o que fazer com as ações dele. Bruce diz que eles já têm um substituto e senta-se na cadeira. Um dos empresários então diz que a reunião está encerrada.

A moça que esperava Bruce voltar lá fora da sala vê os outros líderes da empresa saindo, e Bruce logo em seguida. Ela pergunta o que houve, e Bruce responde que agora trabalha lá, pedindo para ela continuar apresentando o prédio. A moça diz que já mostrou tudo o que há na Wayne Enterprises. Bruce fala que nem tudo, e a moça fala que só falta o laboratório de ciências aplicadas, mas não é algo que ele vá querer ver, é só onde um cara esquisito trabalha fazendo coisas que ninguém usa. Bruce pergunta se ela vai lhe desobedecer.

No laboratório de ciências aplicadas, uma sala grande cheia de objetos grandes e perigosos, um homem de meia idade trabalha quando vê Bruce e a acompanhante chegando. Ela vai apresentar ao homem quem é aquele que acompanha, mas ele já cumprimenta Bruce o reconhecendo, dizendo que foi um grande amigo de seu pai. Bruce lembra-se dele, chamando-o de Lucios Fox. Bruce pede a moça que deixe ele e o senhor Fox sozinhos, e ela o obedece.

Lucius comenta o quanto Bruce cresceu, faz muitos anos que não o vê. Bruce diz que faz mesmo e observa os projetos de Lucius elogiando seu trabalho. Fox agradece e diz que é uma pena a administração da empresa querer tirá-lo de lá. Bruce pergunta por que o querem tirar, e Lucius responde que o seu trabalho não vende bem, afinal, é praticamente um trabalho bélico privado, não se encontra muita gente por aí disposta a comprar o tipo de coisa que ele produz. Bruce põe a mão em seu ombro e diz que vai dar um jeito nisso, mas antes quer lhe pedir uma coisa.

Ele passa a Lucius alguns projetos, um traje a prova de balas que possa garantir uma boa flexibilidade e alguns equipamentos extra. Lucius olha com estranheza e diz que se não for má educação, gostaria de saber para que ele usaria esse tipo de coisa. Bruce diz que gostaria de praticar alguns esportes. Lucius continua estranhando, mas volta a ler a lista. Bruce pede a Lucius que não deixe ninguém saber daqueles projetos. Lucius guarda os papéis e fala que não faz ideia do porquê praticar esportes seja algo tão secreto assim, mas não é algo do que ele fosse falar pra ninguém, mas fazendo um questionamento. “Por que em forma de Morcego?” – pergunta Lucius. Bruce responde que gosta de Morcegos e se retira.

Algumas horas depois, na Mansão Wayne, Alfred está lendo um jornal quando pergunta a Bruce como foi na empresa. Bruce diz que comprou ações na liderança da sede. Alfred, com um olhar inexpressivo pergunta se ele está mesmo disposto a fazer isso, visto que seu pai mesmo sendo dono do “império Wayne” sempre preferiu ser um médico e ficar longe daquela empresa. Bruce diz que seu pai era um bom médico, ele quer ser um bom empresário. Alfred responde apenas com um “Ah” e volta a ler seu jornal. Bruce suspira e baixa sua cabeça por um instante, sentando-se no sofá e fechando os olhos. Alfred pergunta se seu patrão tem algum problema, e Bruce diz que quer contar-lhe algo, mas ainda não é hora certa. Alfred levanta-se de sua cadeira e diz que pode contar com ele para o que quiser.

Outra noite chega à cidade de Gotham. Harvey Bullock e Jim Gordon estacionam o carro em frente a um bar nos subúrbios da cidade. Gordon diz que ainda não entendeu o que estão fazendo ali. Bullock diz que vai entender, abrindo a porta do carro e saindo. Gordon também se levanta e segue seu parceiro.

Dentro do bar, Gordon e Bullock sentam nos bancos do balcão. O dono do bar aparece perguntando se Gordon não quer alguma coisa para beber, mas Bullock diz que está com ele. O dono abre um sorriso e convida os dois a entrar.

No fundo do bar, na sala do dono, Bullock refere-se a ele como “Jack” e pergunta se ele já ouviu falar de um tal “Senhor F”. Jack diz que depende do quanto vão pagar. Bullock pergunta se ele se esqueceu do que fez por ele. Jack diz que isso tá saindo um pouco caro para ele. Gordon entrega 20 dólares ao tal Jack e diz que só quer saber quem é o tal Senhor F. Jack dá uma gargalhada e pergunta a Bullock quem é o cara. Bullock responde que não interessa, se o que queria era dinheiro já recebeu. Jack suspira e diz que o tal Senhor F é Carmine Falcone. Gordon se surpreende e pergunta se é o grande bilionário Carmine Falcone, dono de metade dos imóveis de Gotham, e Jack diz que é esse mesmo. Bullock fala que Falcone é figurinha marcada na polícia de Gotham, sempre foi investigado por estelionato, tráfico e um monte de outras coisinhas da vida, mas o safado sempre consegue se dar bem, ele não é dono só de tantos imóveis, é dono da palavra das grandes autoridades da cidade, ele manda e desmanda no que quiser em Gotham, o que casa perfeitamente com o que eles estão investigando. Bullock se levanta e se retira com Gordon. Jack agradece e diz para voltarem sempre.

De volta no carro, Gordon pergunta quem era aquele e o que Bullock fez para ele. Bullock diz que Jack é um rato sujo, mas sabe de tudo que é podre em Gotham. Gordon diz que fez outra pergunta. O detetive então responde que tem os seus contatos, um bom investigador precisa de boas fontes para resolver seus trampos, venham essas fontes de onde tiverem que vir. Bullock dá partida no carro e eles saem.

Uma semana se passa, e Bruce Wayne chega à Wayne Enterprises como viera fazendo diariamente. Ele cumprimenta a recepcionista, que diz que o Sr. Lucius Fox pediu que fosse ao Laboratório de ciências aplicadas quando chegasse.

Bruce chega ao laboratório, e é recebido por Lucius Fox. Ele pede que siga-o para ver a encomenda. É então que ele trás um manequim coberto por um pano, e o tira, mostrando para Bruce, logo em seguida, o seu traje.

Numa grande Mansão, um homem está sossegado em sua poltrona lendo o seu jornal. “Ora, ora, então quer dizer que o grande empreendedor Salvatore Maroni está de volta à cidade? Interessante.” – comenta o homem sobre o jornal. É quando o telefone em sua mesa começa a tocar e ele o atende. “Sr. Falcone, o senhor leu o jornal?” pergunta um de seus homens no telefone, e Falcone responde que sim, e diz para avisar aos outros, terão um certo trabalho pela frente.

PersonagensEditar

CuriosidadesEditar

  • Nesse episódio somos apresentados à Wayne Enterprises, empresa pertencente a Bruce Wayne.
  • Inicialmente o episódio teria a presença da personagem Leslie Thompkins, mas essa cena foi cortada do episódio e transferida para o episódio anterior.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.