FANDOM


Krypton
TMOS-1
Informações Gerais
Série Superman: O Homem de Aço
Arco O Nascer do Sol
Número do Episódio 1
Sequência
Episódio Seguinte Origens Secretas
Créditos
Escrito por JokerLeo
Krypton é o primeiro episódio da série Superman: O Homem de Aço.

SinopseEditar

Quando descobre que Krypton está prestes a explodir, Jor-El busca garantir a sobrevivência de sua espécie. Enquanto isso, o General Zod realiza um golpe de estado contra o Conselho de Krypton.

EnredoEditar

Localizado há milhares de anos luz da Terra, o planeta Krypton, com suas criaturas exuberantes, com seus céus iluminados pelo gigante Sol vermelho do Planeta. Lá dentro do Conselho de Krypton, um homem, um sábio cientista chamado Jor-El, tenta convencer os poderosos de que algo ruim está a caminho. “O núcleo de Krypton está instável. Vocês autorizaram um enorme desgaste dos recursos naturais e o nosso planeta está prestes a ter seu fim.” – Dizia Jor-El.

Um dos membros do Conselho diz que essa não é a primeira vez que o cientista tenta lhes passar isso, mas até então, aparentemente Krypton está bem. “Não, Krypton, não está bem. Vocês deviam ter se guiado pelas estrelas, pelo caminho da sabedoria invés de sua ganância e soberba. A sentença de Krypton está feita, a única maneira de garantir a sobrevivência de nossa espécie é fora desse planeta.” – Afirma o cientista. Um membro do conselho questiona o que devem fazer, se ele está insinuando que cada kryptoniano deve ser tirado do planeta, e Jor-El afirma que já estão todos mortos, apenas um descendente de Krypton restará, esse é o único meio de impedir o fim da raça kryptoniana.

Uma explosão é ouvida, e todos olham para trás, de onde surgem o General Zod e seus seguidores fiéis. “O sistema legislativo desse planeta caiu, todos vocês estão depostos de seus cargos por suas desonras a Krypton” – Dizia Zod. “Sob ordem de quem?!” – Questiona um dos membros do conselho. “Sob minha ordem.” – Responde Zod, atirando em seguida neste que tivera lhe questionado. Jor-El pergunta o que Zod está fazendo, e o general diz que está salvando Krypton de seus maiores inimigos, os governantes inferiores. Jor-El afirma que não é simplesmente isso, não há salvação para o seu povo, e Zod não entende.

“Então junte-se a mim, vamos buscar por essa salvação, Jor-El. Vamos derrubar os injustos do poder, vamos fazer com que Krypton siga o caminho certo.” – Diz Zod. “E quem determina o caminho certo para Krypton, Zod? Você? Seus atos são a prova concreta de que não há salvação para esse planeta, eu me recuso a fazer parte disso.” – Afirma Jor-El, retirando-se.

Zod diz que não irá se livrar dele, e Jor-El continua seu caminho. Faora, uma das seguidoras de Zod, pergunta se deve ir atrás dele e Zod pergunta o que Jor-El poderia fazer, afirmando que não é necessário. Lá fora, Jor-El comunica-se com sua esposa, Lara Lor-Van. “A hora chegou, Lara, eu já estou indo para casa.” – Diz Jor-El enquanto corre em Krypton olhando para os céus, onde vê naves atacando-se umas às outras.

No laboratório de Jor-El e Lara, estes verificam seus sistemas. Lara Lor-Van pergunta por que a Terra. Jor-El responde que mesmo sendo um planeta atrasado, a Terra possui uma atmosfera compatível com a de Krypton e é iluminada por uma estrela jovem, uma estrela amarela. Lara diz que a gravidade da Terra é diferente, isso seria um problema. “Não seria, o sol amarelo será o suficiente para ajuda-lo a manter uma estrutura molecular resistente. Ele será rápido, indestrutível, e desafiará as leis da gravidade terráquea.” – Explica Jor-El. Lara questiona se isso não o fará diferente dos humanos e o fará sozinho, mas Jor-El nega, afirmando que ele nunca estará sozinho.

Lara pega seu filho, Kal-El, um bebê kryptoniano, em seu braço. Jor-El afirma que eles não tem tempo. Lara diz que só quer vê-lo pela última vez. O homem então abraça sua mulher e põe a mão sobre a cabeça de seu filho. Lara diz que se ele não chegar a Terra, irá morrer sozinho no espaço, mas Jor-El fala que a nave irá suprir suas necessidades durante um certo período, mas em Krypton ele também não viverá, este é o único meio de garantir que Kal-El sobreviva. O homem enxuga as lágrimas que escorrem pelo rosto de sua mulher e põe a criança na nave.

“Você será o resultado de tudo pelo que lutei, Kal-El. Você é a coisa mais importante de toda a minha vida. Eu trocaria tudo por tê-lo conosco, mas isso seria impossível. Você é a nossa esperança, Kal-El, você é o último filho de Krypton.” – Diz Jor-El emocionado.

Em seguida ele fecha a nave e a programa para levantar voo. O teto da Torre se abre mostrando o céu avermelhado, e a nave parte rumo às estrelas.

Lara e Jor-El sentem um tremor, e Lara pergunta o que foi isso. “Está começando. Me chamaram de louco porque não conseguiam saber o que eu sei, Krypton está prestes a se destruir.” – Afirma Jor-El. Alguém invade a torre, Zod e seus seguidores. “A partida de uma nave de tecnologia avançadíssima foi detectada aqui, o que você está aprontando, Jor-El?" - Questiona Zod. “Tivemos um filho, Zod, ele vai garantir a sobrevivência da nossa espécie nas estrelas, e você nunca poderá pôr as mãos nele.” – Conta Lara. Zod fica furioso e parte para o ataque contra Jor-El. Os seguidores do general, sob as ordens do mesmo, avançam contra Lara e a seguram.

Zod confronta Jor-El. O general tenta socar o rosto do homem, mas é chutado para longe, onde acaba caindo sobre uma mesa de cristal e tendo seu rosto ferido. Agora, ainda mais furioso, Zod saca uma arma e aponta para Jor-El. Nesse momento, eles ouvem alguém se aproximar, e então surgem alguns soldados de Krypton, que cercam Zod e o prendem.

Mais tarde, Zod é julgado no Conselho de Krypton. “Isto não é uma fantasia, nem um produto descuidado de imaginação ousada. Estes indiciamentos que apresento hoje, as acusações específicas listadas contra eles são atos de traição e seu objetivo é a conquista. Peço agora que realizem o julgamento dos acusados. General Zod, antes um membro este conselho encarregado da defesa do planeta Krypton, arquiteto chefe dessa prometida revolução e autor deste plano para estabelecer uma nova ordem sendo ele o seu líder absoluto. São as evidências, a decisão do conselho será ouvida agora.” – Diz Jor-El em seu discurso.

O conselho determina Zod e seus adeptos culpados. “Vocês me indignam cada vez mais. Vocês são fracos. Preferem ouvir a um herege que mandou seu próprio filho ao espaço do que um homem que lutou durante toda sua vida pelo melhor para este planeta. Isso é ridículo. Jor-El, você tem minha palavra, eu irei atrás de seu filho, e eu irei acha-lo e o farei ajoelhar-se perante mim” – Diz o General Zod. Logo em seguida, uma luz envolve ao general e seu grupo de seguidores, e estes são mandados para o que chamam Zona Fantasma.

Novamente o tremor é sentido, dessa vez mais forte. Um dos membros do Conselho questiona o que pudera ter sido isso, e Jor-El responde que é o destino de Krypton se aproximando.“Então, então você estava certo, Jor-El? Estamos presenciando o fim de Krypton?” – Pergunta um dos membros do conselho. “Sim, senhor. Nós estamos presenciando o fim de Krypton.” – Responde Jor-El.

Várias civilizações kryptonianas começam ser devastadas, e vários habitantes são mortos nessa devastação, entre eles homens, mulheres e crianças. No laboratório de Jor-El, ele segura a mão de sua esposa enquanto sua fortaleza desaba sobre eles. “Onde será que está Kal-El?” – Pergunta a mulher. “À salvo.” – Responde Jor-El. Logo em seguida, o teto do lugar cai por cima deles, aquele foi seu último momento. Depois disso, Krypton explode.

3 anos depois, uma nave chega à Terra. Ela acaba por cair no estado do Kansas, nos Estados Unidos, mais especificamente numa fazenda próxima a cidade de Smallville. Um fazendeiro chamado Jonathan Kent avista, ao lado de sua mulher Martha, a queda do foguete e o estranha.

Martha pergunta se aquilo era algum helicóptero que tivera caído, e Jonathan diz que irá ver. Ao chegar perto da nave, Jonathan diz que nunca viu um helicóptero assim, parece coisa de outro mundo. Martha avisa para seu marido não chegar perto, mas ele teima, afirmando que está tudo sob controle.

Ao chegar bem perto da nave ela se abre, e Jonathan se surpreende. “O que foi John? O que tem aí?” – pergunta Martha. “É um... é um menino... uma criança...” – Responde Jonathan nervoso, mas já segurando Kal-El em seus braços. “O que vamos fazer?” – pergunta Jonathan. “É uma criança, Jonathan, alguém tem que cuidar dele.” – Afirma Martha. Johnathan questiona como vão explicar que tiveram um filho que já nasceu com 3 anos, e sua esposa responde que pode falar que é filho de algum parente que ficou órfão. Jonathan entrega Kal-El a sua esposa e diz que vai ter que esconder essa coisa (referindo-se à nave) antes que apareça alguém e veja. Martha olha para os olhos claros da criança e sorri. “Você vai se chamar Clark, Clark Kent.” – Diz ela levando a criança para dentro de sua casa.

PersonagensEditar

CuriosidadesEditar

  • O episódio tem uma forte influência dos filmes do Superman.
    • Num geral, a trama central do episódio foi baseada na cena de abertura de Man Of Steel (2013).
    • A cena do julgamento de Zod, incluindo o discurso de Jor-El, foram tiradas diretamente do filme Superman (1978).