FANDOM


A Queda do Deus
TMOS-9
Informações Gerais
Série Superman: O Homem de Aço
Arco Deuses entre Nós
Número do Episódio 9
Sequência
Episódio Anterior A Chegada
Episódio Seguinte Livramento
Créditos
Escrito por JokerLeo
A Queda do Deus é o nono episódio da série Superman: O Homem de Aço.

SinopseEditar

Zod leva Superman sob seu domínio após o ocorrido na Fazenda Kent. Na nave kryptoniana, Kal-El aprende mais sobre o seu passado e sobre quem Zod realmente é e seus verdadeiros planos para a Terra.

EnredoEditar

O Sol continua a se por na cidade de Smallville. Sob o céu alaranjado, Clark Kent conhece o General Zod. “Fica longe dos meus pais!” – Grita Clark avançando rapidamente contra Zod (de modo que sua roupa de civil fique para trás, revelando o traje do Superman) e jogando Zod há cerca de 10 metros de distância. Jonathan, aflito, tenta escapar, mas os kryptonianos continuam o segurando.

Superman voa para perto de onde Zod tivera caído e começa socar o capacete do general, rompendo-o. Zod começa a sentir os efeitos da radiação do Sol amarelo e passa a ouvir os sons extremamente fortes e desenvolver sua visão, sofrendo assim um grande incômodo. Superman põe a mão no pescoço de Zod e o ergue prestes a socá-lo. "A mulher!" - Diz Zod com muito esforço.

“Atirem na mulher.” – Dizia uma voz feminina que Clark ouve. Ele vira-se para trás e vê Martha sendo largada no chão com três kryptonianos apontando suas armas para a sua mãe. “NÃO!” – Grita Clark desesperado, que em seguida vê seu pai ainda sendo segurado por um kryptoniano prendendo seu pescoço e pondo a mão no peito, como se sentisse uma dor no coração.

“Entregue-se, Kal-El, e esses humanos vivem.” – Diz a mulher kryptoniana. O herói olha novamente para os rostos nervosos de seus pais e ajoelha-se estendendo os braços para que a mulher kryptoniana o algeme. Esta sinaliza com sua cabeça para o kryptoniano que segurava Jonathan Kent e ele o solta. Jonathan cai no chão ainda pondo a mão em seu peito, mas aos poucos a dor parece ir se aliviando. Zod é carregado por dois homens para dentro da nave enquanto Kal-El acompanha a mulher kryptoniana escoltado por outros dois armados da mesma espécie.

"Vocês, venham também!" - Diz a mulher, ordenando que Martha e Jonathan entrem na nave kryptoniana. "Você disse que os deixaria em paz!" - Diz Clark com os olhos já brilhando em vermelho com sua visão de calor. "Disse que os deixaria viver, e cumprirei minha promessa. Faça qualquer coisa contra mim e minha promessa morre comigo." - Afirma a kryptoniana. Dois kryptonianos trazem duas máscaras para o casal, que questiona o que seria aquilo. "Não questionem, apenas coloquem isso em seus rostos." - Ordena a mulher, e Jonathan e Martha obedecem. Dois kryptonianos se posicionam atrás do casal, escoltando-os também.

As portas da nave fecham e ela começa a levantar voo. Em seguida, a grande nave preta e vermelha voa rumo aos céus deixando então a Fazenda Kent.

Dentro da nave, o Superman continua sendo escoltado pelos kryptonianos e pela mulher. Enquanto andam pela nave, o Superman acaba sentindo uma fraqueza e caindo no chão sem conseguir respirar. Martha e Jonathan vão socorrê-lo preocupados. “Ele está recusando a atmosfera da nave, mas terá que se acostumar. Ponham-no nos braços e o carreguem até a sala de contenção. Isso é uma ordem.” – Diz a mulher. Os homens seguram o Superman, que aos poucos vai fechando os seus olhos enfraquecido, apagando então naquele momento. "O que vão fazer com ele?!" - Questiona Martha avançando contra a mulher, mas sendo segurada pelo marido. "Levá-lo para um lugar onde possa repousar. Vocês me acompanhem." - Diz a mulher. Martha e Jonathan se olham e seguem a kryptoniana.

Enquanto está desmaiado, imagens passam pela mente de Clark. Ele está correndo numa Metrópolis devastada em um mundo pós apocalíptico. Os prédios estão, em marioria, em ruínas, e civis parecem ter deixado a cidade. Ele encontra alguns soldados do exército estadunidense e se aproxima questionando qual seria a ameaça, quem fez isso. "Ele fez!" - Diz um dos soldados apontando para os céus, de onde surge o Superman. Clark fica assustado e confuso. "Mas o que? Esse não sou eu! Quem é esse?!" - Questiona Clark. "Senhor, afaste-se, esse mundo não pertence mais aos humanos! Corra, salve-se!" - Ordena o soldado e Clark não obedece, abrindo então a sua camisa e percebendo que por baixo não está o seu traje. Assustado, Clark vira-se novamente para a sua frente, onde depara-se com o Superman próximo ao seu rosto. "Você devia ter salvo esse mundo!" - Diz o kryptoniano disparando em Clark uma rajada com sua visão de calor.

Após isso, Clark surge em um dia ensolarado em Smallville. Ele vê a si mesmo mais jovem brincando com o cachorro que tinha há alguns tempos, o Ferrugem. O jovem Clark corria pelos campos verdejantes da fazenda Kent acompanhado pelo animal, usava uma capa vermelha e sorria quando sua mãe lhe chamava. O garoto passa ao lado de seu eu mais velho sem reparar que ele está ali. O Clark adulto observa a si mesmo ainda silenciosamente. “Que belo lugar você viveu, Kal-El!” – Dizia a voz do General Zod que surgia por trás do Clark mais velho. O homem vira-se e nesse momento acorda deitado em uma espécie de cama kryptoniana dentro de uma sala da nave, um lugar estranho cercado por paredes de um brilhoso metal e iluminado por luzes brancas flutuantes e em formato esférico.

Ele olha para o seu lado, e vê o General Zod presente no local com outros kryptonianos, inclusive a mulher que o trouxe ali, todos sem capacete, todos de pé olhando atentamente para ele. “A Terra é um lugar bem interessante, sem dúvidas. Creio que nos apresentamos muito mal um ao outro.” – Diz Zod, sinalizando com sua cabeça para a mulher kryptoniana, que se retira juntamente aos outros.

“Essa é a Comandante Faora, uma mulher adorável.” – Diz Zod. Clark tenta se levantar, mas falha e acaba se deitando novamente. “Por favor, não se levante, ainda está um pouco frágil devido à atmosfera da nave. Ela é bastante semelhante à sua, inclusive, porém um pouco menos densa, oxigênio é desgastante. Impressionanete como esse planeta é semelhante a Krypton. É bem menos desenvolvido, claro, mas tem uma atmosfera próxima e a gravidade ainda incomoda, mas não é tão ruim.” – Diz Zod. "O que fez com meus pais? Os terráqueos que você raptou?!" - Pergunta o herói. "Você não espera realmente que eu diga isso a você, não é? Mas posso garantir que estão bem, logo eles retornarão para a Terra" - Responde General Zod. “Quem é você?” – Questiona Clark ao general, que libera um leve sorriso no canto de sua boca.

“Eu sou o General Zod. Durante anos liderei as forças militares de Krypton. Eu vi o meu planeta ser destruído por líderes imundos.” – Explica Zod. “Conheceu meu pai?” – Pergunta o Superman. “Conheci sim. Jor-El era um homem inteligente. Ele era um dos poucos que conseguiam ver a que nível o nosso povo estava chegando, era um bom homem. Porém, fraco. Invés de lutar pelo seu povo, Jor-El decidiu se omitir. Ele o mandou para cá então, acreditando que poderia manter a espécie viva. Ele fez isso sozinho e manteve segredo até o último momento, encobrindo, inclusive do próprio Conselho de Krypton. Seu pai foi um traidor. Eu, por outro lado, lutei até o fim pelo que acreditava e fui condenado à chamada Zona Fantasma, condenado pelo Conselho de Krypton que destruiu o nosso planeta e por seu pai que traiu o seu povo.” – Conta o General Zod.

“Então foi assim que você sobreviveu à destruição de Krypton?” – Questiona Clark. “Exatamente. Eu e minha tropa sobrevivemos na Zona Fantasma e conseguimos sair, mas já era tarde, Krypton já havia morrido. Então eu busquei cumprir meu último juramento naquele planeta. Eu busquei caçá-lo, Kal-El. Analisamos planetas quais você poderia ter sobrevivido, e quando entramos nesse sistema nós detectamos o foguete que o trouxe para cá. Decidimos vir à Terra e exigir que fosse entregue, como isso não aconteceu, viemos atrás de você rastreando o foguete.” – Conta Zod.

“E agora, Zod? Você me tem. Era a mim que você queria e você conseguiu. O que vai fazer agora, me matar?” – Questiona Clark. “Não ainda. Inicialmente eram esses os planos, mas depois eu percebi o quanto você conseguiu se adaptar a este lugar, a este planeta. Você vai me ajudar a reconstruir Krypton sobre as cinzas desse mundo, Kal-El. Você será o que seu pai não foi, e somente depois disso morrerá, mas morrerá sendo honrado, e não como um traidor" - Diz o General.

Superman segura Zod por sua roupa e o puxa, mas Zod soca o rosto do herói fazendo seu nariz sangrar. “Aqui dentro dessa nave os efeitos da radiação do Sol amarelo são neutralizados. Por mais que haja presença dessa radiação em suas células, eu tomei o cuidado de garantir que isso não se tornasse um problema para mim. E não ouse acostumar-se com o que viu lá fora. Você teve 30 anos para se adaptar às condições terrestres, mas eu sou treinado e levarei pouco tempo para me adaptar e, não ser tão poderoso quanto você é, mas ser melhor do que você jamais pensou que poderia ser. Eu vou deixá-lo vagar pela nave, eu sinceramente não quero que me tenha como o seu inimigo, afinal eu preciso de você. Mas lembre-se que seus pais terrestres ainda estão sob minha vigia, ouse fazer qualquer coisa e eles morrem. O processo de tomada da Terra se iniciará em 24 horas terrestres, ao final, você morrerá junto aos seus humanos.” – Conclui Zod, que liberta Kal-El do lugar e o deixa para trás.

Já está nascendo o Sol na Terra. As pessoas percebem então que o mundo não acabou, que aparentemente estão seguras. “Teria Kal-El se entregado e nos salvado?” – É o questionamento de muitos no planeta. Está menos nublado do que tivera sido nos últimos dias, e o movimento nas ruas maior do que antes. O mundo ainda teme a Zod, mas este é o quarto dia e até então, nada aconteceu.

Superman caminha pelos corredores da nave cambaleando ainda sentindo a diferença atmosférica da nave, observando o quão diferente é aquele lugar com relação a tudo que já tivera visto. Os corredores feitos de metal com traços de uma arquitetura alienígena, iluminado pelas esferas luminosas que tivera encontrado em sua cela. O herói ouve alguém vindo, são kryptonianos da tropa de Zod. Superman fica nervoso, mas permanece ali parado. Os kryptonianos passam por ele sem dar importância, e depois disso Clark segue seu trajeto.

Ele encontra um corredor mais estreito e escuro e decide ver o que há naquele lugar. Ali, Clark encontra uma saída de emergência com cápsulas para sair da nave. "Você não está pensando em fugir, está?" - Questiona a voz de alguém que surgia por trás do herói.

PersonagensEditar

CuriosidadesEditar

  • O episódio teve revisão de HanssenF, consultor criativo do UDCF.
  • Inicialmente, os planos eram de que Superman fosse levado sozinho para a nave kryptoniana, mas os planos acabaram sendo alterados para juntar melhor as pontas no episódio.
  • A cena em que Clark sonha encontrar um Superman que rebelou-se contra a humanidade é uma referência a Injustice.
  • O episódio mostra como Zod encontrou Kal-El após sua fuga da Zona Fantasma.