FANDOM


A Chegada do Treinador
Episódio 3 Avengers
Informações Gerais
Série Os Vingadores: Heróis Unidos
Temporada
Arco A Cabala
Número do Episódio 3
Sequência
Episódio Anterior O Retorno dos Vingadores, Parte Dois
Episódio Seguinte Péssimas Memórias
Créditos
Escrito por Espadachim das Sombras
A Chegada do Treinador é o terceiro episódio da primeira temporada de Os Vingadores: Heróis Unidos. Foi lançado dia 14 de Janeiro de 2018.

SinopseEditar

Com a fuga da Cabala e a volta do Homem-Aranha para seu distrito, os Vingadores decidem se unir novamente, afinal, a Cabala agora está à solta e o índice de criminalidade pode aumentar. De repente um dos maiores inimigos do Capitão América, o Treinador, chega disposto a derrotá-lo, e com a sua habilidade de copiar e reproduzir as técnicas de lutas de seus adversários, além de um traje que consegue criar qualquer arma que ele já viu, ele será uma ameaça.

EnredoEditar

No episódio anterior de "Os Vingadores: Heróis Unidos": O primeiro confronto entre os Vingadores e a Cabala finalmente aconteceu, com a Cabala conseguindo derrubar todos os Vingadores, porém de repente, o Homem-Aranha apareceu e se envolveu na luta. Recebendo uma dose de ânimo por conta do aparecimento do herói, os Vingadores conseguem se reerguer e enfrentar a Cabala de novo. Ao se ver em desvantagem o Caveira Vermelha manda a sua equipe ter uma retirada estratégica e a Cabala foge. Depois disso o Homem-Aranha volta para seu distrito, o Queens, e o Homem de Ferro deu a ideia deles se unirem de novo.

— E então, realmente vamos nos unir de novo? — Perguntou Viúva Negra.

— É o mais lógico, não é? — O Falcão respondeu a Viúva Negra com uma pergunta no final — Digo, eu tenho certeza de que a Cabala vai voltar.

— Eu concordo com você, Falcão — Concordou o Capitão América — Eles podem ter sido derrotados dessa vez, mas eu tenho certeza de que não vão descansar até que estejamos derrotados.

— Então eles não vão descansar nunca, porque nós não seremos derrotados — Ironizou Gavião Arqueiro.

— De qualquer forma, precisamos estar preparados pra quando eles atacarem de novo — Comentou o Thor.

— Então, todos vocês aceitam nós nos unirmos mais uma vez? — Perguntou o Homem de Ferro.

— Sim — Capitão América, Viúva Negra, Gavião Arqueiro, Falcão e Thor responderam.

— Só faltam vocês dois responderem, Homem-Formiga e Hulk... — Comentou o Homem de Ferro.

— Eu aceito — Respondeu o Homem-Formiga.

— Ah, eu também — Respondeu Hulk — Não quero ficar de fora da diversão.

— Então, todos vocês vão voltar para a Torre dos Vingadores? Os quartos de vocês ainda estão lá — Explicou Homem de Ferro.

— Eu não irei voltar para lá, Tony — Avisou Capitão América — Demorei pra comprar a minha casa, e agora que eu comprei ela, não vou deixá-la, não por enquanto. Vou tentar vendê-la, se eu conseguir, começo a morar na Torre.

— Eu também tenho uma casa, então não aceito — Comentou o Thor — Não sei se vocês se lembram, mas a alguns anos meu pai me mandou para Midgard para que eu aprendesse a ser mais humilde. Perdi meus poderes e minhas memórias e virei o doutor Donald Blake. Em certo ponto da minha vida decidi tirar umas férias e fui para a Noruega. Em uma caverna eu encontrei uma bengala que me transformou de volta no Thor, e ao longo do tempo fui recuperando minhas memórias, mas acabei decidindo ficar aqui em Midgard. Quando nós nos separamos, eu voltei a ser o doutor Donald Blake, e inclusive comprei uma casa. Gosto de viver lá, então dispenso o seu convite, caro amigo.

— E você vai continuar a ser o doutor Donald Blake? — Perguntou Gavião Arqueiro.

— Sim — Respondeu Thor — Mas continuarei a ser o Thor também.

— Tudo bem, mas os quartos de vocês na Torre ainda serão mantidos — Comentou Homem de Ferro — E o resto de vocês? Vão morar na Torre ou não?

— Eu também tenho uma casa, Tony, então dispenso — Respondeu Homem-Formiga.

— Claro que eu vou pra Torre, acha que eu vou perder a oportunidade? — Respondeu Gavião Arqueiro.

— Eu também vou — Respondeu Falcão.

— E eu — Respondeu Viúva Negra.

— Agora só falta você, Hulk — Avisou o Homem de Ferro.

— Eu aceito — Respondeu Hulk — Tô cansado de morar em um apartamento.

— Ótimo, então comecem a preparar as malas para voltarem para a Torre! — Exclamou Homem de Ferro — É, finalmente eu vou ter companhia de novo...

— Ah, tadinho dele — Ironizou Gavião Arqueiro.

— Então, eu estou indo para casa — Comentou o Capitão América — Qualquer coisa, vocês tem meu numero, então é só me ligar.

Os outros apenas balançaram as suas cabeças de forma positiva. Eles estavam preparados para se retirar dali, quando de repente, um grupo de repórteres chegou perto deles, com uma câmera apontada para os heróis. Uma repórter apontou o seu microfone para o rosto de Homem de Ferro.

— Aqui quem fala é Jessie Harper, e olhem quem está na minha frente? Isso mesmo, os Vingadores! — Exclamou a repórter — Vocês poderiam me ceder uma entrevista rápida?

— Claro — Respondeu Homem de Ferro, sorrindo.

— Os Vingadores estão de volta depois de tanto tempo fora da ativa? E qual o motivo? — Perguntou Jessie.

— Sim, estamos de volta a ativa depois de tanto tempo fora, e o motivo é que vimos que o mundo ainda precisa de nós — Respondeu Homem de Ferro — Então, agora os Vingadores estão mais uma vez unidos, agora mais fortes do que nunca.

— Um grupo de vilões atacou a cidade e rumores apontam que vocês vieram enfrentá-los e os botaram pra correr. Isso é verdade? — Perguntou Jessie.

— Bom... Sim — Respondeu Homem de Ferro — Mas é provável que eles retornem, então peço a população que fique atenta para a ameaça que é a Cabala. É assim que o grupo deles se chama. Agora, senhora, se me permite, nós Vingadores temos que ir. Até a próxima — O herói acenou para a tela.

Enquanto isso, em uma casa na área do centro de Manhattan, estava um homem sentado no sofá, assistindo televisão, no mesmo canal em que estava passando a entrevista com os Vingadores. O homem tinha cabelos castanhos um pouco bagunçados, músculos até que bem definidos e pele branca.

— Então os Vingadores estão de volta...? — Murmurou, falando sozinho — Então talvez eu possa ter a minha vingança contra o Capitão América e o Homem de Ferro agora, primeiramente contra o Capitão América, depois contra o Homem de Ferro. É, parece que o Treinador vai ter que entrar em ação novamente — E após falar isso, o homem pegou o controle da televisão, desligou a mesma e se levantou do sofá.

Algumas horas se passaram. Durante aquele intervalo de tempo, Gavião Arqueiro, Viúva Negra, Falcão e Hulk se mudaram para a Torre dos Vingadores, enquanto Tony Masters, o Treinador, gastou seu tempo formulando um plano para invadir a Torre dos Vingadores, achando que o Capitão América estava lá. No fim, ele conseguiu bolar o seu plano.

— Já tenho o plano perfeito. Vou invadir a Torre dos Vingadores por debaixo, até porque não faço ideia de que tipo de defesa eles usam lá. Me arrasto sorrateiramente por lá e me escondo até achar o Capitão América sozinho para que eu possa matá-lo. Depois disso, procuro o Homem de Ferro, mato ele e saio de lá antes que os outros possam notar a minha presença — Comentou o Treinador.

E após falar isso, o Treinador saiu de sua casa, mas antes disso olhou pela janela pra ver se a rua estava vazia e então saiu de casa. Não havia ninguém na rua e ele se dirigiu até uma tampa de bueiro na rua, abrindo a mesma e então pulando lá para dentro. Enquanto isso, na Torre dos Vingadores, Tony Stark, Bruce Banner, Clint Barton, Sam Wilson e Natasha Romanoff estavam assistindo televisão. Como eles estavam em casa, não estavam vestindo suas roupas de heróis ou algo do tipo. Bruce não estava na forma de Hulk, que ele estava quase aprendendo a controlar completamente.

O Treinador seguiu pela rede de esgoto por alguns minutos, pra falar a verdade, um tempo considerável. O seu traje permitia que ele criasse qualquer arma ou equipamento que ele já tivesse visto em ação, e ele criou um dispositivo tecnológico que permitia a ele ver através das paredes. Foi isso que ele usou para conseguir chegar exatamente abaixo da Torre dos Vingadores. O dispositivo desapareceu e em sua mão ele criou uma bomba de potência pequena, mas forte o suficiente para destruir o chão. Ele a plantou acima dele e então se afastou um pouco. Dez segundos se passaram e a bomba explodiu. Para a sorte do Treinador ela não fazia um barulho tão grande, o que era perfeito para a sua discrição. Ele logo entrou na Torre dos Vingadores, estando no seu andar térreo, quando de repente, um alarme soou, tão alto que foi escutado em cada parte da Torre.

— O que está acontecendo? — Perguntou Clint.

— Eu não sei, mas parece ter vindo lá de baixo — Respondeu Natasha.

— Vamos verificar? — Perguntou Sam.

— Eu vou — Avisou Tony — Vocês, fiquem aí, qualquer coisa eu chamo vocês. Jarvis, minha armadura, por favor.

Tony tinha várias armaduras, todas guardadas no seu Hall de Armaduras, que ficava mais ou menos no meio da Torre dos Vingadores. A armadura principal do Homem de Ferro então se separou em diversos pedaços que saíram voando até a sala da Torre, e isso demorou poucos segundos. Primeiro chegaram os braços, depois as pernas, o tronco e por fim o capacete. Homem de Ferro saltou e saiu voando, deixando os outros quatro heróis sozinhos. Enquanto isso, o Treinador ainda estava no térreo, sem saber se subia na Torre ou se fugia por conta do alarme.

— Eles já devem estar cientes de que tem um invasor aqui... — Murmurou.

E foi nesse momento que o Homem de Ferro chegou no térreo, logo pousando no chão. O Treinador estava virado para o buraco que tinha criado, mas ao escutar aquilo, se virou para trás.

— Eu me lembro de você... — Comentou o Homem de Ferro — Qual seu nome mesmo? Assassino? Capuz?

— Eu sou o Treinador — Respondeu o Treinador — Ou não se lembra daquela maldita vez em que você e o Capitão América me impediram de criar uma academia de vilões?

— Ah, eu me lembro daquela vez — Respondeu o Homem de Ferro — E o que você quer dessa vez?

— Eu quero me vingar de você e do Capitão América — Retrucou Treinador — Sabe, inicialmente eu planejava matar ele primeiro, mas já que você está aqui, vai você primeiro mesmo... — E na mão direita dele surgiu uma espada, enquanto na esquerda surgiu um escudo.

— Como você fez isso? — Perguntou Homem de Ferro.

— Traje novo, me permite criar qualquer arma que eu já vi — Retrucou Treinador — Onde está o Capitão América?

— Ele não está disponível no momento — Retrucou o Homem de Ferro — Mas relaxe, eu vou acabar com você aqui, você nem vai precisar enfrentar ele.

— Isso é o que veremos — Disse o Treinador.

De cada uma de suas mãos o Homem de Ferro lançou um raio repulsor. O Treinador ergueu seu escudo, se defendendo mas sendo empurrado para trás. Ele então jogou o escudo, que o Homem de Ferro jogou pra cima com um raio repulsor. Treinador correu, saltou e pegou seu escudo, que ele jogou novamente, mas mais uma vez teve o escudo rebatido. O Homem de Ferro lançou um raio repulsor do peito, mas o vilão se defendeu usando seu escudo e sendo jogado para trás, batendo com tudo em uma parede e então caindo no buraco que ele mesmo tinha feito. Homem de Ferro voou até lá, mas foi pego de surpresa por uma bomba jogada pelo Homem de Ferro.

— Irei matar seu amiguinho primeiro, Stark... — Avisou Treinador, então saindo correndo.

Homem de Ferro jogou a bomba no buraco criado por Treinador, com a mesma explodindo mas não batendo nele. Homem de Ferro logo começou a voar de volta para a parte de cima da Torre.

— O Tony tá demorando, né? — Perguntou Bruce.

— Pior que sim — Concordou Sam — Será que tá acontecendo alguma coisa?

— O que poderia estar acontecendo, cara? — Perguntou Clint, relaxado.

— Eu não sei. O ataque de um vilão? — Sugeriu Sam.

— Voltamos a ser uma equipe a algumas horas, acha mesmo que alguém invadiria a nossa Torre tão rápido? — Perguntou Clint.

— Fomos atacados antes mesmo de voltarmos a ser uma equipe, né? — Retrucou Sam.

Clint já ia falar alguma coisa quando o Homem de Ferro apareceu, pousando no chão. Seu capacete se retraiu.

— Temos problemas, pessoal, o Treinador voltou, e ele quer vingança com o Capitão América — Explicou Homem de Ferro.

— Onde ele está agora? — Perguntou Natasha — Digo, o Treinador.

— Fugiu pela rede de esgoto. Precisamos avisar para o Capitão América. Eu vou ligar para ele, enquanto isso, vão atrás do Treinador. Clint, Natasha, Bruce, peguem uma mochila voadora no meu quarto. Bruce, deixe pra ficar com raiva quando achar o Treinador — Sugeriu Homem de Ferro.

— Estamos indo — Avisou Sam, então saindo correndo até seu quarto pra pegar seu traje.

Clint, Bruce e Natasha seguiram Sam, afinal, os quartos ficavam em um andar só e eles tinham que pegar as mochilas voadoras, Clint tinha que pegar seu arco e sua aljava e Natasha sua pulseira de raios laser. Tony correu até o sofá e pegou seu celular lá, logo desbloqueando o mesmo e ligando para Steve, que estava em sua casa, sentado no sofá. Ao ver a ligação de Tony, o herói atendeu.

— O que aconteceu, Tony? — Perguntou Steve.

— O Treinador voltou, e ele está atrás de você — Respondeu Tony.

— Onde ele está? — Perguntou Steve, já se levantando do sofá.

— Eu não sei. Mandei o Falcão, o Hulk, o Gavião e a Viúva irem atrás dele — Respondeu Tony — Vá ajudar na busca também. Vou ligar pro Thor e pro Homem-Formiga. Agora, desligando.

E após falar isso, Tony desligou. Steve deixou o celular no sofá e saiu correndo para seu quarto. Seu traje de Capitão América e seu escudo estavam debaixo da sua cama. Ele logo vestiu o seu traje, pegou o escudo e saiu de casa, sem se preocupar em ser visto. Sabendo que a busca pelo Treinador seria longa, ele entrou em sua garagem e pegou a sua moto, então saindo nela após fechar a garagem.

Enquanto isso, o Treinador, após correr por muitos minutos decidiu parar de se esconder, então jogando seu escudo na tampa de um bueiro e tirando ela do lugar. Assim ele conseguiu sair da rede de esgoto, aparecendo bem no centro de Manhattan mesmo. Ao verem ele saindo do esgoto as pessoas olharam confusas para ele, ficando assustadas quando ele pegou a sua espada e o seu escudo.

— Bom, é hora de eu fazer alguma coisa para achar o Capitão América... — Pensou, sorrindo maliciosamente por debaixo da máscara.

E enquanto isso, o Falcão voava em alta velocidade junto do Gavião Arqueiro, da Viúva Negra e de Bruce, ainda não transformado em Hulk. Eles voavam baixo, mais ou menos na altura de um prédio de dois andares para conseguirem achar o Treinador. O Homem de Ferro tinha acabado de ligar pro Thor e pro Homem-Formiga, com eles dizendo que iriam procurar o Treinador também, e após isso Homem de Ferro saiu da Torre.

O Capitão América andava pelas ruas de Manhattan em sua moto, em alta velocidade. Estava difícil para ele localizar o Treinador, mas ele só esperava que conseguisse localizar ele antes que fosse tarde demais. Enquanto isso, o Treinador estava segurando um civil pelo colarinho.

— Onde está o Capitão América? — Perguntou.

— Eu não sei! — Respondeu o civil. Ele estava realmente desesperado — Eu realmente não faço ideia, como eu vou saber?!

— Acho bom me dizer onde ele está, antes que eu te mate — Avisou o Treinador, e em sua mão direita, uma enorme espada surgiu, graças ao seu traje que conseguia desenvolver qualquer arma que ele já tivesse visto.

Os outros civis que estavam na rua não sabiam o que fazer, com todos parecendo tão desesperados quanto o civil que estava sendo segurado pelo Treinador. O Capitão América agora estava mais perto daquela rua do que nunca, enquanto o Homem de Ferro, o Falcão, a Viúva Negra, o Hulk e o Gavião Arqueiro tinham acabado de sair da Torre dos Vingadores. Thor e Homem-Formiga ainda não tinham dado notícia, mas provavelmente chegariam em breve.

— Socorro, por favor! — Exclamou o civil que era segurado pelo Treinador. Ele parecia a beira das lágrimas.

O grito do civil foi tão alto que o Capitão América conseguiu escutar e já desconfiou que aquilo tinha a ver com o Treinador. Ele então enrolou para a direita e seguiu reto, logo chegando a rua aonde estava acontecendo o crime. O herói parou a sua moto, desceu da mesma, pegou seu escudo e jogou ele em direção ao Treinador na mesma hora que o mesmo ia perfurar o civil.

O escudo bateu com tudo na parte de trás da cabeça do Treinador, que largou o seu civil e a sua espada e caiu no chão. O escudo voltou para o Capitão América, que pegou o mesmo. O Treinador ficou alguns segundos caído no chão, até que de repente se levantou, pegou a sua espada e se virou para trás. O civil também se levantou, mas diferente do Treinador, saiu correndo para o mais longe que podia.

— Pensei que você não chegaria mais — Comentou o Treinador.

— Um herói nunca foge a luta — Retrucou o Capitão América.

— Decidiu vir sem seus queridinhos Vingadores? — Perguntou o Treinador — Você sabe que não tem chances contra mim sem eles, não é?

— Meus companheiros de equipe já estão vindo, Treinador, e além do mais, eu tenho capacidade o suficiente de enfrentar você — Retrucou o Capitão América.

— Iludido... — Provocou o Treinador — Quando eles chegarem aqui, você estará morto! — E após exclamar isso, o Treinador saiu correndo em direção ao Capitão América.

O Capitão América entrou em posição de luta e defendeu um golpe de espada do Treinador, em seguida tentando dar um soco no mesmo, que saltou para trás. Capitão América jogou seu escudo, que o Treinador afastou com a sua espada, em seguida tentando enfiá-la no braço do herói, que segurou com a mão esquerda, pois felizmente usava luva. Em seguida ele deu uma cabeçada no Treinador, que fez ele se afastar. Seu escudo e sua espada desapareceram, enquanto o do Capitão América voltou, com ele pegando o mesmo e tentando bater no Treinador, mas ele se levantou e deu um murro no peito do Capitão América que jogou ele para trás.

O herói jogou seu escudo mais uma vez. Na mão direita do Treinador ele criou outra espada que usou pra fazer o escudo cair no chão. Ele em seguida jogou a espada, com o Capitão América desviando se abaixando. A espada bateu em um prédio. Treinador saiu correndo em direção ao Capitão América, com o herói dando um salto mortal por cima dele e caindo atrás dele, ainda por cima tentando dar uma cotovelada nele, porém o vilão se virou e segurou a cotovelada.

O Treinador olhou ao seu redor e viu que o escudo do Capitão estava praticamente ao seu lado. Ele sorriu, pegou o escudo e jogou o mesmo na cara do herói, que caiu no chão. Treinador então pisou no peito do herói, pegando mais uma vez o escudo do mesmo e jogando longe. Na sua mão direita surgiu outra espada, que ele apontou para o pescoço do Capitão América.

— Devia ter parado pra pensar duas vezes antes de tentar me atrapalhar naquela vez, herói... — Comentou o Treinador.

— Você vai me matar por conta de um confronto que ocorreu há cinco anos? — Perguntou Capitão América.

— Não posso arriscar que você atrapalhe meus planos de novo — Explicou o Treinador.

— Então ande, me mate. Você ainda terá uma equipe inteira para te atrapalhar — Alertou o Capitão.

— Ele não vai matar ninguém hoje, Capitão — Disse Homem de Ferro.

Treinador e Capitão América olharam para a direita. O vilão se surpreendeu ao ver os Vingadores ali. O Homem de Ferro lançou um raio propulsor de seu peito, atingindo o Treinador e jogando ele para trás, com o mesmo caindo no chão e saindo rolando. Capitão América rapidamente se levantou e correu até seu escudo, pegando o mesmo e saltando para trás.

— Obrigado, Tony — Agradeceu.

Treinador se levantou com certo esforço, com as suas pernas tremendo. Em sua mão direita, ele criou um escudo idêntico ao do Capitão América, então lançando o mesmo. Gavião Arqueiro lançou uma flecha explosiva que bateu na cópia do escudo e explodiu, jogando a cópia no chão.

— A cópia nunca será tão forte quanto o original, Treinador — Alertou Capitão América.

— É, mas a diferença é que eu posso criar quantas cópias eu quiser — Retrucou Treinador.

Em cada uma de suas mãos Treinador criou um escudo, então lançando os dois. Homem de Ferro lançou dois raios propulsores, com cada um atingindo um escudo e o jogando para longe. Foi então que o Treinador criou um arco com uma flecha explosiva armada.

— Você não devia ter usado aquela flecha, loirinho — Falou, antes de jogar a sua flecha em direção aos Vingadores.

Para não serem atingidos os heróis acabaram tendo que se separar, cada um correndo pra um lado. A flecha atingiu o chão e explodiu. O Falcão lançou suas "asas" em direção ao Treinador, que desviou dando um salto mortal para trás e em seguida lançando uma flecha explosiva em direção ao Falcão, que esquivou. Thor lançou seu Mjolnir em direção ao Treinador, com o mesmo sendo atingido no peito e jogado pra trás, caindo em cima de um carro.

— Desiste, Treinador, você já foi derrotado por mim e pelo Capitão América, imagine pelos Vingadores — Comentou Homem de Ferro.

Viúva Negra, Hulk e Homem-Formiga saíram correndo em direção ao Treinador, que saltou do carro em que estava.

— Não tentem lutar contra ele! — Exclamou Capitão América — Acabei de me lembrar, ele consegue copiar o estilo de luta das pessoas e usá-lo, e também pode prever que golpe você usará pela sua linguagem corporal!

— O Hulk quer esmagar! — Exclamou Hulk, insatisfeito, parando de correr.

— Vamos ter que derrotar ele a longa distância, Hulk — Avisou Capitão América.

— Vocês não vão derrotar ninguém hoje, Vingadores! — Uma voz bem conhecida exclamou. Era a do Caveira Vermelha.

Os heróis então olharam para cima, dando de cara com o Caveira Vermelha, que sorria maliciosamente. Ele pousou no chão.

— Não vim aqui para lutar, Vingadores — Avisou.

— O que você quer, Caveira Vermelha?! — Perguntou Thor.

— Ele — Respondeu Caveira Vermelha, então segurando na mão do Treinador e começando a voar — Até a próxima, Vingadores!

E após falar isso ele saiu voando dali o mais rápido possível, com o Treinador gritando, querendo ser solto. O Caveira Vermelha só soltou o Treinador quando eles chegaram a um beco escuro aonde não havia ninguém. O líder da Cabala colocou o Treinador no chão e pousou lá.

— O que quer comigo? — Perguntou Treinador.

— Fazer um convite — Respondeu Caveira Vermelha.

— E qual seria? — Perguntou Treinador.

— Se junte a Cabala — Respondeu Caveira Vermelha — Somos a equipe que irá acabar com os Vingadores, mas precisamos de mais membros com nós para termos vantagem. Eu sei que você treinou o Ossos Cruzados em pessoa, e seu traje consegue criar qualquer arma. Isso é verdade?

— Bom, sim — Respondeu Treinador.

— Então, você é um bom vilão para se juntar a nós. O que diz sobre isso? — Perguntou Caveira Vermelha.

— Eu aceito — Respondeu Treinador, e o Caveira Vermelha sorriu de forma maliciosa.

PersonagensEditar

VilõesEditar

CuriosidadesEditar

  • A parte em que o Homem de Ferro chama o Treinador de Assassino é uma referência a franquia Assassin's Creed, aonde os membros da Irmandade dos Assassinos usam capuzes, tal como o Treinador.
  • A vez em que o Treinador foi derrotado pelo Capitão América e pelo Homem de Ferro é uma referência a uma antiga HQ dos Vingadores.
  • Se passa no mesmo dia que os dois primeiros capítulos da história.